Alunos do curso de Engenharia Civil da Funec participam de Seminário na Bahia



Publicado por @funec | Assessoria de Comunicação da Funec - Santa Fé do Sul - 11/09/2017

Os alunos Matheus Jardim Almeida e Gabriela Santos, do curso de Engenharia Civil da Fundação Municipal de Educação e Cultura (Funec), sob a orientação da professora Claudia Scoton Marques, apresentaram no dia 1º de setembro, no 1º Seminário Geotécnico Bahia/Sergipe (GeoBase), em Feira de Santana (BA), o trabalho intitulado Uso do Poliestireno Expandido (ESP) em Aterros de solos Moles e sua Viabilidade Econômica.

O congresso foi organizado pela Associação Brasileira de Mecânica dos solos e Engenharia Geotécnica – ABMS. O seminário contou com discussões técnicas referentes aos temas do congresso, como infraestrutura e geotécnica, palestras, participação da comunidade geotécnica em geral, do Dnit BA/SE, representantes de empresas como a MSC, entre outras.

Para a orientadora, a participação dos alunos da Funec em um evento técnico-científico é uma fonte essencial de conhecimento e aperfeiçoamento do seu desenvolvimento acadêmico. “Este tipo de evento tem a finalidade de reunir professores, pesquisadores, técnicos e estudantes da área para o trocarem informações, experiências e se atualizarem. É uma ótima oportunidade para o acadêmico fazer contato com pessoas envolvidas na área em que se deseja futuramente trabalhar”.

Claudia destacou ainda, que a pesquisa, bem como a extensão, são partes essenciais para um ensino de qualidade, e é o que a Funec busca em seus cursos. “Agradeço, junto com os alunos, ao presidente Aderval Morreti, a Drª Sâmira Ambar Lins, e ao coordenador do curso, professor Cristiano, pelo empenho e apoio na realização deste trabalho e por confiarem e possibilitarem que os alunos pudessem ir ao congresso representar a Funec”, concluiu.

A diretora geral pedagógica da instituição, Profª Drª Sâmira Ambar Lins, afirmou que a Funec estimula seus alunos a ingressarem no campo da pesquisa. “Entendemos que o tripé ensino, pesquisa e extensão são indispensáveis e fundamentais na construção do conhecimento com qualidade e produtividade. É importante incentivar os discentes a aprofundarem seus conhecimentos, buscar novas alternativas e soluções além do que está posto”.